Arqueólogo Encontra Evidência de Guerra Química na Antiguidade

"Em reunião com o Instituto Arqueológico da América, o arqueólogo Simon James, da Universidade de Leicester, argumenta que, em uma mina de operação de sítio à cidade de Dura-Europos na Síria, em torno de vinte soldados romanos foram encontrados mortos não graças a ferimentos de espadas e lanças, mas por asfixia."

Para ler a notícia completa clique aqui.

 

 

Visite-nos também em:

 

Curso de Extensão

Você precisa estar logado para visualizar o conteúdo deste curso. Apenas para usuários registrados.